Que pena….Hoje estamos mais pobres em muitos níveis!   

Eu estava me preparando para escrever uma crônica (que me fora solicitada por um jornal), sobre redes sociais. O TÍTULO SERIA: BLOQUEIO SIM, E POR QUE NÃO?

Iria descrever – partindo das minhas experiências – sobre o quanto as pessoas nas redes sociais ganham coragem para tudo.

Coragem essa que não existe no “olho no olho”! No antigo “téte à téte”! Afinal, hoje vivemos nelas e resolvemos a nossa vida nas redes. Lá brigamos, damos palpites, curtimos, damos deslikes, likes, mostramos uma felicidade e uma cultura que não temos! E escrevemos textos longos (normalmente para ofender ou defender ideias ou pensamentos rasos). É no Whatsapp que terminamos relacionamentos, começamos outros e nos despedimos das pessoas.

A Síntese é: Que, sim… Devemos bloquear e deletar quem sobrevive neste sub mundo da internet e das suas camadas pequenas. E dela aproveita para esquecer de si, e se focar no outro. Portanto, eu terminaria dizendo bloqueio e deleto. Eu uso, mas, se sentar numa mesa comigo não me faltarão coragem e argumentos para validar o bloqueio. E terminar sozinho ou acompanhado com uma boa taça de vinho falando do trivial e da vida passada que, a cada dia, se mostra melhor que a atual.

Mas, às 13:30 de hoje percebo que nada disso faria o efeito esperado no leitor se eu, não falasse das perdas de Paulo José e Tarcísio Meira para a cultura Brasileira.

Cresci vendo Tarcísio e Glória atuarem, quase sempre juntos, nos palcos e na tv. Tarcísio era o galã e o vilão perfeito para a década de 70 ,80 e 90. Paulo José era o padre, o alcóolatra e melhor personagem de MACUÍMA (o filme). Paulo foi o meu Vampiro preferido em VAMP. E Tarcísio o melhor vilão em Roda de Fogo.

Não dá para pensar em entretenimento com qualidade sem imaginar esses mestres em cena.

O AMOR ao trabalho ou ao ofício (Algo que roubei de Fernanda Montenegro – Quando a mesma falava sobre a profissão). Ficava explícito no semblante dos dois. Era a água que matava a sede profunda!

Não existe talento sem amor ao que faz! E pior, o que nos sobra?

O que temos hoje na cultura que nos orgulha, senão a politização da mesma? Cultura é eterna e laica (Nunca poderia ser politizada e ter lados). Que pena perder Nicete Bruno, Zilka Salaberry, Oscarito, Grande Otelo, Hebe, Chacrinha, Chico Anysio e não termos quem chegue a altura do talento destes!

Que pena….Hoje estamos mais pobres em muitos níveis!

Robson Nunes.

Robson Nunes Autor

Foi professor acadêmico por mais de 5 (Cinco) anos - teve cerca de 500 alunos. Suas palestras foram assistidas por mais de 30.000 ( trinta mil ) pessoas ( Ainda dedica-se à palestrar e ao ofício de professor ). Legalista ( Robson é conservador liberal ( Não possui político de estimação e sim , o viés da direita não extremista e radical ). Aberto ao diálogo com outros pensamentos deste que prevaleça a lei e a troca de conhecimentos. É autor do "Livro Capacitação Fiscal e Tributária". Também autor de poemas, crônicas variadas e artigos. Escreve sobre contabilidade, finanças, direito, política, economia, gestão de pessoas, e gestão em geral . Suas crônicas foram e são publicadas em jornais de circulação nacional, revistas e outros blogs. Sua formação começa como Técnico em Contabilidade, Bacharel em Letras, Bacharel em Contabilidade, duas pós graduações, mestrado, doutorado e vários cursos em áreas diversas e outras formações. Hoje dedica-se as suas empresas de gestão empresarial, consultoria, contabilidade e tecnologia, Ao seu Blogue: www.blogdorobson.com.br e ao Canal do Robson Nunes - Oficial - no YOUTUBE - Em que fala sobre assuntos diversos (gestão de pessoas, finanças, POLÍTICA, motivação), e compartilha vídeos de outros profissionais que considera relevante. Robson Nunes é judeu-cristão. Tendo Bisavós paternos como descendentes de portugueses , italianos estes foram imigrantes. Família Materna descendente de índios, negros africanos e portugueses. O objetivo do BLOGUE DO ROBSON é com uma abordagem moderna, simples e isenta de moralismo tratar sobre assuntos diversos, mas, tendo como base - não a razão, e sim, o compartilhar de conhecimentos pessoais, parciais e imparciais em sua grande maioria. Alguns focos são: Gestão de pessoas, finanças, profissões, poemas, contos diversos, motivação, política e assuntos gerais ( Nada com extrema profundidade - e nem raso demais - que não possa plantar uma semente no seu pensamento sobre todo e qualquer assunto!). Afinal, saber o que realmente importa, sobre variados temas, ou mesmo se entreter é o que torna uma pessoa capaz de gerenciar sua própria vida! E transforma o conhecimento em algo agradável e interessante. Seja bem vindo (a) ao BLOGUE DO ROBSON. Se gostou divulgue! E compartilhe! ( Agradecemos aos leitores assíduos que compartilham os textos!). Esclarecemos que não disponibilizamos os comentários dos leitores - diante da quantidade - para que estes não tirem o foco dos textos. Hoje somos mais de 6.000 leitores semanais!